DEVOLUTIVA: AULA PÚBLICA – ARTE TERAPIA E REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL

O PET Produção e Política Cultural realizou na quinta-feira (08/06/2017), das 17h às 19h, uma aula pública com o artista e arte-terapeuta Gilberto Isquierdo, no hall do campus Unipampa-Jaguarão. O tema tratado foi ‘Arte Terapia e Reforma Psiquiátrica no Brasil’. Contamos com a contribuição de alguns debatedores: os professores do curso de Letras, Vítor Schneider e Catia Goulart, e o artista e técnico administrativo Silvio Nunes. Isquierdo atua como Arteterapeuta em Saúde Mental Coletiva SUS nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) da Região Sul do RS (Jaguarão, Pelotas, Arroio Grande, São Lourenço) desde os anos 90, sendo militante e apoiador da Reforma Psiquiátrica Brasileira. A partir de seus conhecimentos e experiências, tivemos a oportunidade de debater questões muito importantes sobre a apropriação da arte como método de terapia, bem como a conjuntura política e jurídica que permeia as atuações na área. Pudemos identificar o curso de Produção e Política Cultural como um potencial apoiador na área de Arteterapia, pois temos em comum a visão da arte além de mero entretenimento, e reconhecemos seu papel social. Dos tratamentos surgem trabalhos maravilhosos, desde as artes visuais, passando pela literatura, até a música. Gilberto nos trouxe alguns exemplares para exposição, além de um documentário que contou um pouco de sua história de atuação dentro do CAPS. Os resultados são diversos, e com grande potencial para transformação social, já que o processo criativo e o bom convívio são tratados como prioridades para o tratamento dos pacientes. Bem como pontuou o debatedor Vítor Schneider, atentando para a importância da existência de um órgão autônomo como o CAPS. Silvio Nunes nos trouxe a reflexão sobre como a universidade deveria atuar de formas cada vez mais receptivas à arte, sem que esta e a produção de conhecimento sejam vistas enquanto áreas tão dicotômicas.
Assim, ficou o convite e o incentivo, para que juntemos nossas forças enquanto vivemos uma conjuntura política um tanto desfavorável. Encerramos com a apresentação acústica de Gilberto Isquierdo de uma de suas músicas composta junto com pacientes. Agradecemos imensamente a presença de todos que trouxeram relatos, reflexões e emoções! Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s