Devolutiva |Grupo de Estudos em Políticas Culturais – Em tempos de crise: o MinC e a politização do campo da cultura

No dia 04/05, sexta-feira, aconteceu o segundo encontro do grupo de estudos em políticas culturais do PET – PPC, em 2018. O texto debatido foi “Em tempos de crise: o MinC e a politização do campo da cultura“, do autor Alexandre Barbalho. A apresentação ficou a cargo do petiano Thiago Godoy e da petiana Athemis Fonseca.

O texto de fácil interpretação retrata o nosso mais atual momento de autoritarismos no âmbito da política cultural. Baseado em notícias de jornais como a Folha de São Paulo e O Globo, Alexandre Barbalho contextualiza e analisa os acontecimentos de 2016 relacionados ao Ministério da Cultura, sua rápida extinção, tentativa de transformação em secretaria e a sua recriação.

O desenrolar dos eventos ocorre a partir do momento em que há o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e o governo interino de Michel Temer assume a presidência da República Federativa do Brasil, tomando atitudes que levam o país a um retrocesso de 30 anos. Barbalho atualiza o período histórico político fazendo uma reflexão e comparação entre o período Collor e o atual governo de Michel Temer. O autor ressalta que a resistência do campo cultural em 2016, foi muito mais intensa em comparação ao que o ocorreu durante o governo Collor, e foi exatamente esse fato que permitiu a sobrevivência do MinC.

Segundo análise do autor, a maior politização e organização do campo da cultura, fatores que permitiram o combate aos recentes ataques realizados pelo governo, veio posteriormente ao sistema implementado pela gestão do ex-ministro Gilberto Gil. Barbalho ressalta as políticas culturais implementadas por essa gestão, um processo que contemplou o campo cultural a partir de uma administração voltada à questão popular.

Os agentes do campo da cultura, artistas, intelectuais, produtores culturais, associações e movimentos culturais possuem total protagonismo na luta pela não extinção do MinC, um reflexo político corresponsável pela participação ativa destes agentes na luta pela democracia.

Após a apresentação do texto deu- se início ao debate provocado pelas debatedoras, as bolsistas Karina Brisolla e Natalia Ney. As provocações acerca do tema foram das mais diversas, levando também em consideração a atual conjuntura em que se encontra o MinC e como este tem se posicionado diante dos interesses e necessidades dos agentes e instituições culturais.

IMG_1981

31531223_985399111625038_4579420905544876032_n

IMG_1979

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s